DOR DE CABEÇA QUE VEM DA SOLA DO PÉ

Você já parou para pensar que as suas dores de cabeça podem estar relacionadas à sua sola do pé? Os pés funcionam como base de sustentação corporal e, portanto, nosso equilíbrio se inicia por eles. Quando pisamos de forma errada causamos uma assimetria postural, que deixa nosso corpo desequilibrado, provocando diversos tipos de problemas de saúde e dores físicas, como as de cabeça, por exemplo.

A boa notícia é que para quem deseja devolver a harmonia ao corpo, e acabar com os incômodos causados por um sistema corporal desajustado, existe a Podoposturologia, que vem ganhando cada vez mais adeptos. Pudera, a técnica devolve ao paciente a rara simetria corporal, com o uso de palmilhas especiais.

“Macias, confortáveis e confeccionadas sob medida, as palmilhas corrigem a postura, ao mesmo tempo em que evitam a agressão e/ou stress ao corpo, eliminando doenças, cansaço e dores, motivados pela má postura”. Vale também ressalta que a técnica busca integrar os conhecimentos entre a estreita relação dos pés, olhos e oclusão dentária, uma vez que eles são os principais responsáveis pelo ajustamento postural.

No caso específico da dor de cabeça, o desajuste postural está causando um bloqueio vertebral na coluna cervical e/ou assimetria de tensão nos músculos do pescoço. “Um comprometimento neurovascular que se irradia para a cabeça, causando a dor”. Para saber se o problema está de fato ligado à má postura é necessário o uso da palmilha num período de 45 a 90 dias.

Como funciona o tratamento

A Podoposturologia previne e trata os transtornos da postura e do equilíbrio corporal através dos neurorreceptores da planta dos pés, reduzindo os picos de pressão. O tratamento não é para a vida toda. Independente da idade do paciente, num período de 45 a 90 dias de uso contínuo das palmilhas os parâmetros posturais são corrigidos.

Como é detectado o problema

Por meio de avaliação postural clínica com baropodometro e plantígrado (análise da planta dos pés), anamnese (teste de equilíbrio), análise de rotação, nivelamento de bacia e tensão da musculatura paravertebral, é possível prescrever e confeccionar uma palmilha específica para a necessidade do paciente.

Indicações

São inúmeras as indicações para se utilizar as palmilhas de reeducação postural, entre elas, estão:

  • Perna curta;
  • Pé cavo e pé plano (chato);
  • Esporão de Calcâneo;
  • Problemas de joelho;
  • Tendinite nos membros inferiores;
  • Alterações no tipo de pisada (pronada ou supinada);
  • Bolhas e rachaduras nos pés;
  • Unha encravada;
  • Disfunções na ATM (Articulação Têmporo – Mandibular);
  • Dores de cabeça.
  • Joanete

 

DOR NA COLUNA: A ORIGEM DO PROBLEMA PODE ESTAR NOS PÉS, JOELHOS E QUADRIS.

Diversas dores, inclusive nas costas, podem ter origem nos desvios posturais e na pisada errada. O fato é que, raramente, relacionamos alguma delas ao esforço que fazemos em atividades rotineiras. Um simples caminhar, por exemplo, pode desencadear dores na coluna quando temos algum desvio postural ou qualquer problema em nossos pés, joelhos ou quadris. A explicação é simples:

Os pés são à base do alinhamento e sustentação do corpo, por isso, quando pisamos errado, geramos um desequilíbrio corporal. A consequência é uma série de problemas posturais, de saúde, e dores. “Aquelas sentidas nas costas lideram as queixas.

Esse desajuste que compromete a região lombar, o quadril, os joelhos, os tornozelos e os pés pode ser restabelecidos com uma reprogramação postural, feita com palmilhas. Chamada de Podoposturologia, “a técnica pode tanto prevenir como curar os mais diversos tipos de problemas provenientes da pisada errada, entre eles, os de coluna”, ressalta.

O que é a Podoposturologia?

Técnica francesa da área da fisioterapia que tem como objetivo reeducar e realinhar a estrutura do corpo com o uso de palmilhas posturais e/ou ortopédicas.

Indicação

As palmilhas podem ser usadas por crianças, idosos, sedentários e atletas, em qualquer tipo de calçado (inclusive tênis de corrida, sandálias e sapatos de salto).

Tipos de problemas tratados

Todos aqueles que estão ligados à reeducação postural, como:

Desníveis da bacia, dores na região cervical, lombar e dorsal da coluna, dores irradiadas para pernas e braços, pubalgias, hérnias de disco e/ou protusões discais na coluna, síndromes musculares e faciais, síndromes fêmuro-patelares, artrose, artite, alterações morfológicas da coluna vertebral (cifose, hiperlordose e escoliose), dentre outras.

Outros

Perna curta, pé cavo, pé plano (chato), problema de calcâneo, joanete, tendinite nos membros inferiores, dores de cabeça, fascite plantar, neuroma de Morton, calosidade, bolhas e rachaduras nos pés, unha encravada, disfunções na ATM (articulação têmporo-mandibular), alterações no tipo de pisada (pronada ou supinada).

DORES NO PESCOÇO – CERVICAL.

Várias podem ser as causas para a ocorrência de dores na região cervical, porém a prevenção e o tratamento adequado prometem acabar com esse mal. Você sente dores no pescoço ou na nuca? Percebeu que depois de ficar muito tempo digitando no celular, tablet ou passar horas trabalhando no computador, a dor sentida nesta região é praticamente insuportável?

Causas da Dor no Pescoço (cervical)

Várias são as causas para a ocorrência de dores a nível cervical, tais como stress, disfunção da ATM – Articulação Tempero Mandibular, distúrbios visuais, má regulação dos óculos, patologias posturais ascendentes (vindas dos pés), escoliose, maus procedimentos ortodônticos, dentre outros. O mau estilo de vida como sentar de forma errada, TV no quarto, tablets e celulares são hoje os maiores vilões para o aparecimento de dores na coluna cervical. Esta afecção atinge pessoas de todas as idades.

A coluna cervical é capaz de suportar os quase sete quilos da cabeça humana e dar ao pescoço a possibilidade de movimento. Ela é formada por sete vértebras e uma alteração na postura se apresenta a nível cervical em tensão muscular e/ou bloqueios funcionais vertebrais, resultando em pinçamento nervoso, formação de hérnia de disco, artrose, dores, disfunção na ATM, problemas visuais, etc.

Tratamento da Dor no Pescoço (cervical)

Quando se fala em dores no pescoço, a coluna sempre está envolvida direta ou indiretamente e por isso são várias as formas de tratamento. Desde uma correção postural, massagens, osteopatia, fisioterapia, oftalmologia, dentistas até cirurgia. A melhor forma de se tratar tal problema é atuar na causa da dor, ou seja, tirar o bloqueio vertebral e a tensão.

 O tratamento e eliminação das dores na coluna cervical podem ser feito com o uso de palmilhas personalizadas através das técnicas da podoposturologia. As palmilhas atuam diretamente no problema funcional que o sistema tônico postural esteja apresentando. Seu uso permite o desbloqueio vertebral e o alívio das dores e das tensões pela reprogramação do sistema tônico postural e decorrente alinhamento corporal, cintura  pélvica, escapular e coluna. Entre 45 e 90 dias os resultados podem ser observados. O tratamento com palmilhas é indicado para os problemas na coluna cervical e é, na atualidade, uma das soluções mais eficazes e duradouras.

 

× Podemos lhe ajudar?